comentar
publicado por O-live, em 24.01.09 às 14:59link do post | favorito

Lágrimas, sangue e suor ardente,

Imagens únicas de garras fortes,

Brotam por entre a sufocada mente

Empobrecida pelas tantas mortes.

 

Receoso, acorda lentamente,

Despertam-se e juntam-se os consortes,

Acorda assim essa massa, gente,

De dez milhões de irmãos querendo sortes.

 

E nesta epopeia até à vitória

Tempo onde o povo entra em acção,

Entra em definitivo na História.

 

Reclamando os direitos em razão,

Navegando para a glória,

A trote e a gritar: REVOLUÇÃO!

 

André Oliveira


mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


arquivos
pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds